Prefeitura de Acopiara e parceiros realizam o evento Manhã Rosa para as mulheres do município em alusão ao Outubro Rosa

A Prefeitura de Acopiara, através da secretaria de Saúde em parceria com o Senac, CREAS, ACESSUAS TRABALHO ( Programa da secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social-STDS),  O Boticário, Residentes e NASF, realizaram na manha desta terça-feira, 31 de outubro, no Centro Pastoral, o Manhã Rosa, um evento em alusão ao Outubro Rosa. O mesmo teve como objetivo principal de alertar e conscientizar as mulheres e a sociedade sobre a importância da prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de mama por meio do toque.

As mulheres que participaram do evento tiveram um dia cheio de atividades benéficas para a sua saúde e beleza, como por exemplo, alongamentos com o educador físico Ronny, aulas de zumba com a professora Érica, corte de cabelo e penteado com o cabeleleiro Geudo Pinheiro, higienização da pele, maquiagem com a equipe do Boticário, esmaltagem de unhas, massagens com a equipe do Senac, aferição da pressão arterial, verificação de peso e altura, orientação sobre os direitos da mulher  com a advogada  Dra. Milda Noronha, e orientação sobre o autoexame com a enfermeira Jessyca Maciel. Na ocasião, também teve sorteio de brindes para as participantes.

Em seu discurso, a secretária de Saúde Luciane Tavares disse que ainda encontramos mulheres hoje que não conhecem o próprio corpo, e com isso pediu pra que as equipes da Saúde da Família trabalhassem com a sensibilidade da mulher no seu toque, para que ela possa se despir na frente do espelho e olhar qualquer anormalidade ou qualquer mudança que possa acontecer no corpo dela. “Então são as pequenas assimetrias que cada um tem, são as operações que se nós conhecermos a nossa anatomia, o nosso corpo, nós vamos saber identificar cada um delas.” Falou a secretária.

De acordo com a Milda Noronha, o maior direito da mulher é se auto conhecer, porque o autoconhecimento traz mais liberdade, mais autoestima e o reposicionamento da mulher como ser humano, seja em todos os âmbitos da sua vida que está sendo colocada. “O câncer de mama é uma doença devastadora, ela não só vitimiza o corpo feminino, mas como também mutila os nossos sentimentos, ela mutila a autoestima, ela mutila o olhar da mesma pra si mesmo e pra convivência com os outros.” Disse. Além disso, falou que a mulher tem vários direitos como o tratamento, a mastectomia seja ela parcial ou total e a reconstrução da mama, de acordo com a Lei 12802/2013, mas que ela ainda não foi editada completamente.

Em seu discurso, a enfermeira Jéssyca Maciel falou sobre a importância do autoexame das mamas nas mulheres, que as mesmas deveriam perder a vergonha de praticar esse tipo de exame. Orientou as participantes de como elas deveriam proceder no toque, para evitar o câncer de mama.

Participaram do evento, a secretária de Saúde Luciane Tavares, Aparecida, representante da APA (Amigas do Peito de Acopiara) a equipe do NASF, equipe do ACESSUAS TRABALHO, equipe do Senac, os residentes do município, assistentes sociais, enfermeiros, equipe do CREAS, servidores municipais, equipe técnica da secretaria de Saúde e mulheres do município.

Assessoria de Comunicação- PMA

Acessibilidade