Fórum debate a proteção de crianças e adolescentes acopiarenses de abusos e exploração sexual

Dentro da Programação da Semana de Combate ao Abuso e Exploração sexual de Crianças e Adolescentes, a prefeitura de Acopiara por meio da secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social realizou na quarta, 17 de maio, um Fórum para Criação de Multiplicadores em Defesa das Crianças e Jovens em Situação de Abuso e Exploração Sexual.

O Fórum foi sediado no Núcleo de Artes e reuniu dezenas de assistentes sociais, psicólogos, advogados que trabalham diretamente nos centros de proteção e atenção social  do município,  profissionais da saúde que atuam nos postos locais, além de representantes do Conselho Tutelar, COMDICA e do Ministério Público, na pessoa do promotor de justiça Dr. Leidomar Nunes Pereira.

Na abertura do evento, a secretária do Trabalho e Desenvolvimento Social, Fábia Almeida, falou sobre a importância da formação de uma rede de proteção visando abolir os abusos e a exploração sexual de crianças e jovens.

“Sabemos que é uma meta difícil de alcançar, mas, temos que trabalhar juntos em parceria, para isso, conscientizando, denunciando, cobrando e punindo todos que praticam este crime”, afirmou a secretária.

O Chefe de Gabinete, Gleirton Dias representou o prefeito Antônio Almeida que está em Brasília na Marcha dos Prefeitos. Também presentes, estavam a secretária de saúde, Dra. Luciane Tavares, a secretária de Finanças, Salete Cruz Mendonça e representantes das secretarias do Meio Ambiente e da Educação.

O promotor de justiça Dr. Leidomar Pereira ministrou uma palestra onde foram abordados os conceitos de abuso e de exploração sexual, as leis de proteção à criança e ao adolescente e de punição aos casos de estupro de vulneráveis, falando também sobre a banalização da violência que por vezes acabam legitimando a prática de abusos. Durante toda apresentação, o público também interagiu fazendo colocações e perguntas sobre o tema debatido.

Segundo o promotor, as estatísticas comprovam que é dentro da própria família que boa parte dos casos de abuso acontece: “sejam praticados pelos pais, por padrastos, parentes próximos ou pessoas aparentemente de confiança da criança, do jovem ou dos próprios familiares”, afirmou o promotor.

Dr. Leidomar também apontou o uso indevido das redes sociais como outro fator desencadeante para os atos abusivos e de exploração de vulneráveis. E lembrou a necessidade de acompanhamento dos responsáveis por crianças e jovens durante o acesso a internet.

Na seqüência a Conselheira Tutelar Diana, apresentou um mapeamento dos casos de violência no município atendidos pelo Conselho nos últimos três anos, aparecendo como destaque no ranking de ocorrências à violência sexual praticada contra crianças e jovens.

Após encerramento de todas as apresentações, a secretária Fábia reforçou o convite para a caminhada que ocorre na quinta-feira, 18, em alusão ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes e que vai percorrer as principais ruas da cidade.

Assessoria de Comunicação

#Fórumdeproteçãodecriançaseadolescentesdeabusoseexploraçãosexual

#STDSemparceriacomaprefeituramunicipaldeAcopiara

#CaminhadaemalusãoaoDiaNacionaldeCombateaoAbusoeExploraçãoSexualdeCriançaseAdolescenes

#PrefeituramunicipaldeAcopiara

Acessibilidade