GESTÃO DO PREFEITO ANTÔNIO ALMEIDA HERDA DÍVIDA DE MAIS DE 53 MIL REAIS DOS VEÍCULOS PÚBLICOS

Frota municipal foi deixada com diversas multas e IPVA atrasados

A prefeitura de Acopiara recebeu da gestão anterior uma frota de carros sucateada e com sérios problemas que comprometem a circulação normal dos veículos nas estradas municipais e nas rodovias estaduais.

Recentemente, um veículo modelo Fiat Uno de propriedade do município de Acopiara foi apreendido no posto fiscal da vizinha cidade de Iguatu, quando a fiscalização comprovou que na documentação deste veículo constava diversas multas de trânsito com pagamento atrasado já há mais de dois anos, além de um débito de IPVA.

Baseado neste fato, o prefeito Antônio Almeida solicitou de imediato do setor de transporte municipal, um levantamento das dívidas de toda frota de patrimônio do município.

Feito o levantamento, o gestor foi surpreendido com uma dívida que chega há mais de R$ 53 mil reais entre multas de trânsito, licenciamento, seguro obrigatório e IPVA atrasados, alguns com quase três anos de dívida junto ao Departamento Estadual de Trânsito- DETRAN. Só em multas, a dívida da prefeitura junto ao DETRAN chega a quase R$ 40 mil.

Com as informações em mãos, Antônio Almeida já solicitou da procuradoria do município e do coordenador do setor de transportes, Robson Ferreira, a tomada imediata de providências para solucionar esta problemática herdada da antiga gestão.

Além destas dívidas, a maior parte dos veículos como ambulâncias, carros de pequeno porte e ônibus de transporte escolar, foram deixados sucateados, obrigando a atual gestão a realizar gastos extras para substituição de peças, compra de novos pneus, troca de baterias, a fim recuperá-los e proporcionar boas condições de funcionamento.

Em menos de um mês de administração, três ambulâncias já foram recuperadas e outras duas já estão em manutenção, devendo ser entregues nos próximos dias. Além das ambulâncias, já receberam reparos os carros modelo FIAT Uno e os transportes escolares.

Para o prefeito Antônio Almeida, esta situação trata-se de comprovado descaso com o patrimônio público e que a sua gestão vai apurar a responsabilidade do abandono, do sucateamento dos veículos e destas dívidas da frota deixadas pela gestão anterior.

Acessibilidade